divulgação científica

Cladóceros: os pequenos gigantes!

Você já ouviu falar dos cladóceros? Eles são um grupo de animais pouco conhecidos, mas, muito importantes para os ecossistemas de rios, lagos, lagoas e áreas úmidas. São também modelos para estudar a evolução de invertebrados.

Os cladóceros são crustáceos, ou seja, parentes um pouco distantes dos camarões, caranguejos e lagostas. Eles são pequenininhos e medem poucos milímetros. Possuem o corpo dividido em uma cabeça, tórax e um abdômen que são cobertos por uma carapaça de carbonato de cálcio muito fininha. Entre seus representantes mais famosos está a Daphnia, também conhecida como pulga d’água. Ela tem esse nome porque se movimenta realizando pequenos “saltos” dentro da água ao bater suas antenas que funcionam como se fossem bracinhos.

Os cladóceros se alimentam de pequenas algas, bactérias, partículas orgânicas e alguns são predadores que comem outros microorganismos. Eles podem viver no fundo dos ecossistemas, associados a plantas aquáticas ou no plâncton, contudo, seu principal papel ecológico é sempre o mesmo: servir de alimento a outras espécies maiores na cadeia alimentar. Podem ser utilizados como bioindicadores ambientais, ou seja, a presença, a ausência e quantidade desses animais podem indicar o quanto o ambiente em que eles vivem está modificado.

Autores

Vinícius Vilela (UFJ) e Francisco Diogo Rocha Sousa (UFJ)

 

Envie sugestões de temas, críticas, elogios para o e-mail:
projetoebmn@gmail.com

Prancheta 6elementos da marca.png
Prancheta 11elementos da marca.png